DISPUTA DE GUARDA: Reflexões sobre a atuação da psicologia neste cenário

Daniela Gonzaga dos Santos

Resumo


O presente artigo objetiva realizar uma revisão bibliográfica acerca da temática de disputa de guarda de crianças com e sem NE (Necessidade Especiais), levantando questões relacionadas à perspectiva psicológica acerca da guarda e seus precedentes legais quando se trata de crianças com NE. Para tanto, utilizou-se artigos publicados nos últimos 10 anos disponíveis nas bases de dados SCIELO e PEPSIC.  Foram discutidos os conceitos básicos dessa problemática bem como o papel da psicologia nesses casos, tanto com relação ao vínculo afetivo, quanto no que se refere aos direitos jurídicos e constitucionais da criança e da família. Com base nos achados, foi observado que as questões relacionadas a atuação da psicologia nesse campo, pode contribuir com a forma de compreender e se relacionar com os envolvidos, principalmente, a criança, tornando o processo mais humano.

Palavras-chave


disputa de guarda; crianças com necessidades especiais; psicologia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Psicologia em Foco