Políticas Editoriais

Foco e Escopo

Revista Vivências em Educação Química (Reveq) dispõe-se a publicar textos, dando visibilidade aos estudos dos pesquisadores e professores do Ensino Fundamental, Médio e Superior na área de Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. Para tal fim, contempla pesquisa de cunho teórico e empírico no formato de artigos, ensaios, relatos de experiências docentes exitosas, resumos estendidos, traduções e resenhas.

Pesquisa de natureza teórica e empírica

A Revista aceitará textos nas seguintes categorias:

Artigo científico: mínimo de 8 e máximo de 15 laudas.

Ensaios mínimo de 5 e máximo de 8 laudas.

Relatos de experiências docentes exitosas: mínimo de 5 e máximo de 8 laudas.

Resumos estendidos: de pesquisas apresentadas em eventos científicos ou de dissertações e teses: mínimo de 5 e máximo de 8 laudas.

Traduções: pesquisas publicadas em outro idioma, comprovada autorização do autor através de documento oficial. - mínimo de 8 e máximo de 15 laudas.

Resenhas - devem conter os dados da obra e estar acompanhadas de imagem da capa da obra: mínimo de 5 e máximo de 8 laudas.

 

Políticas de Seção

Considerações Iniciais

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Editorial

Verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Dossiê

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigos

Política padrão de seção

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Relatos de Experiências

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Traduções

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resumos Estendidos

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resenhas

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Os textos devem ser submetidos eletronicamente pelo e-mail <editor-reveq@piodecimo.edu.br> e serão analisados a partir dos seguintes critérios:

a) Inicialmente, os textos serão analisados pelo corpo editorial, podendo ser desqualificado caso não esteja em consonância com as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT ou que apresente inadequações quanto à coesão e coerência;

b) Os textos que forem selecionados serão enviados a dois integrantes do conselho editorial que farão a avaliação;

c) Dois pareceres negativos desqualificam o trabalho e, havendo discordância, o parecer de um terceiro conselheiro é solicitado.

No prazo de uma semana será recebido um e-mail de confirmação, caso não recebido entrar em contato com o editor. A comunicação com autores e conselheiros será feita via e-mail. 

 

Periodicidade

A Revista Vivências em Educação Química (Reveq) é um periódico eletrônico do Curso de Licenciatura em Química da Faculdade Pio Décimo - com periodicidade semestral

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Revista Vivências em Educação Química (Reveq)

ISSN: 2448-041X 

É um periódico eletrônico do Curso de Licenciatura em Química da Faculdade Pio Décimo - com periodicidade semestral - destinada à divulgação científica de pesquisas no âmbito da Química, alicerçado no ensino, na investigação e na  tecnologia. A Reveq objetiva publicar textos, dando visibilidade aos estudos dos pesquisadores e professores do Ensino Fundamental, Médio e Superior na área de Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. É uma revista específica da área que contempla pesquisa de natureza teórica e empírica no formato de artigos, ensaios, relatos de experiências docentes exitosas, resumos estendidos, traduções e resenhas. O periódico é representado por um conselho e corpo editorial formado por pesquisadores da Faculdade Pio Décimo e de outras instituições brasileiras. Serão considerados apenas os textos que não estejam sendo submetidos à outra publicação. As línguas aceitas para publicação são o português e o espanhol.